Câmara instituí comissão de inquérito para investigar denúncia contra prefeito

por José Marcos Silva Oliveira publicado 21/06/2018 13h13, última modificação 21/06/2018 13h13

 

O prefeito Roni Irmãozinho será investigado por supostos atos ilícitos praticados no transporte escolar no município de Buritis.

Uma denúncia contra o prefeito Roni Irmãozinho foi protocolado na Câmara de Vereadores e será investigado por uma comissão constituída na sessão desta terça-feira, dia 19.

O vereador João Orlando foi sorteado para ser o presidente e o Vereador Professor Marcelo será o Relator da comissão que é composta também pelo Vereador Nego Kallori.

 A Comissão irá investigar o caso e só após o relatório será apresentado no plenário da câmara. Como são 11 vereadores, se 08 votar pelo recebimento, automaticamente o prefeito deverá ser afastado pelo prazo de até 180 dias.

O vereador Marcelo - relator da Comissão, disse que irão concluir esse processo de investigação o mais rápido possível, mesmo tendo um prazo de 30 dias e só depois será votado o parecer da comissão no plenário da câmara.

A denúncia é de que a prefeitura teria pago por quilômetros não rodado a uma empresa do transporte escolar.

 

error while rendering plone.comments